Quick
index
main
eev
maths
blogme
dednat4
littlelangs
PURO
(GAC2,
λ, etc)
(Chapa 1)

emacs
lua
(la)tex
fvwm
tcl
forth
icon
debian
irc
contact

Considerações sobre a consulta eleitoral (Fernando Naufel)

Olá,


Seguem algumas considerações sobre a consulta para a direção do PURO,
sobre os debates e outros eventos recentes.

Tudo em nome da transparência, da liberdade de expressão e de
informação dentro da UFF, que é uma universidade *pública*.


+ O aluno Wellington, da Computação, filmou o debate da quinta-feira
 passada, atendendo a pedido do Prof. Eduardo Ochs.

 Como era um debate *aberto*, *público*, não havia qualquer
 impedimento legal, ético, moral, ou pessoal para a filmagem.

 Na sexta-feira, Wellington disse que, depois de "conversar com
 pessoas", chegara à conclusão de que era melhor apagar a filmagem,
 em vez de disponibilizá-la, pois "certas pessoas poderiam se sentir
 prejudicadas com a divulgação das imagens".

 Com quem Wellington conversou? Quem se sentiria prejudicado com as
 imagens do debate da quinta? Quem quer esconder o quê?

 Wellington apóia a chapa 2.


+ Na reunião do CONPURO da sexta-feira, foi feita a seguinte proposta
 por um representante dos alunos do PURO:

    "Todos os documentos de interesse público e do Pólo deveriam ser
    postados no site do PURO numa seção específica para isso. Atas de
    reuniões das instâncias coletivas, o Convênio e os termos
    aditivos, os documentos e ofícios que nos envolvem, as prestações
    de contas, notas fiscais, entre outros tantos."

 Muitos conselheiros apoiaram esta proposta. Eu também apóio.

 Quase um mês atrás, muito antes dessa reunião, o Prof. Eduardo Ochs,
 candidato a vice-diretor pela chapa 1, já havia disponibilizado, em
 sua página pessoal, uma cópia escaneada do convênio com a Prefeitura,
 justamente por concordar que um documento *público*, tão importante
 para o destino do PURO, deve ser acessível para todos.

 Vejam o documento em
 http://angg.twu.net/PURO/convenio_puro_scan_v2011jun17.pdf .

 Mas na reunião do CONPURO da sexta-feira, o representante dos
 funcionários colocou sua preocupação com a exposição de determinados
 documentos na internet, se manifestando contra a proposta do
 representante dos alunos.

 Por que alguém, em plena década de 2010, a década do Wikileaks, a
 década em que as redes sociais na Internet contribuem para vencer a
 censura e apoiar revoluções pelo mundo afora em favor da liberdade
 de informação, alguém se manifestaria contra a divulgação de
 documentos *públicos* e *abertos* na Internet? Quem quer esconder o
 quê?

 Os funcionários apóiam a chapa 2.


+ O Prof. Bazilio, candidato a diretor do PURO pela chapa 2, acumula a
 posição de vice-diretor do ICT. Como tal, representa, junto com a
 diretora do ICT, nossa unidade no CUV (o conselho superior da UFF).

 O papel do representante é relatar a nós o que é discutido nas
 reuniões do CUV. Ele também deve levar nossas decisões ao CUV,
 votando nas posições que a nossa unidade decide apoiar.

 Na última reunião do CUV, a representação da nossa unidade votou a
 favor de projetos que nós nem sabíamos que existiam!

 Por exemplo, tomando partido em uma questão muito polêmica sem nos
 consultar, os representantes da nossa unidade no CUV votaram a favor
 da permissão para a Prefeitura de Niterói construir uma via
 rodoviária dentro do campus do Gragoatá, perturbando a organização
 urbanística do campus, passando a poucos metros da creche da UFF que
 ali funciona.

 O movimento estudantil, entre outros, é unânime contra a construção
 dessa rodovia dentro do campus!

 O correto teria sido nossos representantes se absterem na votação,
 já que nós nem tínhamos conhecimento da questão.

 Quem os representantes do ICT estão representando? Por que não nos
 repassam informação? Por que não nos relatam com mais detalhes,
 publicamente (que tal no site do PURO?) as questões discutidas na
 Reitoria?

 Os representantes do ICT apóiam a chapa 2. (Um deles é membro da
 chapa 2!)


+ O Prof. Bazilio, candidato a diretor do PURO pela chapa 2, também
 acumula a posição de coordenador do curso de Ciência da Computação
 no PURO.

 Na minha opinião, é o papel que melhor parece desempenhar hoje em
 dia, pois tem boa comunicação com muitos alunos da Computação.

 Mas isso não basta para ser diretor do PURO (ou vice-diretor do
 ICT), pois quando precisa representar o curso (ou o ICT, ou o PURO)
 externamente, comete erros sérios, ao meu ver:

 Como todos os professores, funcionários e alunos, ele foi
 abertamente convidado para integrar o movimento que organizou a
 manifestação de maio para pressionar a Reitoria a lutar por mais
 professores e melhores condições para o PURO.

 O movimento redigiu uma carta para a Reitoria dizendo que, com o
 número atual de professores e com a estrutura atual, as coordenações
 dos cursos não poderiam oferecer, para o vestibular 2012 o mesmo
 número de vagas dos outros anos.

 Por isso, a quantidade de vagas a abrir seria condicionada ao
 comprometimento da Reitoria em conseguir mais professores para o
 PURO.

 O coordenador da Computação assim fez:


   1. Recusou-se a participar da assembléia que tomou essas decisões;

   2. Não participou da redação nem assinou a carta;

   3. Decidiu a quantidade de vagas para a Computação no vestibular
      2012 de forma independente dos outros cursos do PURO,
      recusando-se a unir forças com eles;

   4. Não participou da manifestação na Reitoria. Quando os
      professores e alunos do PURO (alguns da Computação --- meus
      parabéns a eles!) conseguiram pressionar o vice-reitor a
      atendê-los para conversar, o coordenador da Computação /
      vice-diretor do ICT / candidato a diretor do PURO não estava
      lá;

   5. Dias depois, ao explicar por que não assinou a carta, disse que
      "havia pensado que aquilo seria coisa de baderneiros".


 O coordenador da Computação apóia a chapa 2. O coordenador da
 Computação *é* a chapa 2.


+ Como sabem meus alunos e ex-alunos (sobretudo os de Computação e
 Sociedade), eu sou a favor da liberdade de expressão e de
 informação. Sou a favor da transparência da coisa pública e da
 participação de *todos* os alunos e professores nas decisões que
 afetam o PURO.

 Por isso, voto na chapa 1 (Profa. Eblin e Prof. Eduardo Ochs), e
 sugiro que vcs façam o mesmo amanhã (terça), quarta e quinta, no
 PURO.


Obrigado pela leitura,

Fernando Náufel, D.Sc.
fnaufel@id.uff.br
http://fnaufel.wordpress.com/
http://www.uff.br/llarc

Professor Adjunto
(~Professor Doctor -- see http://en.wikipedia.org/wiki/Professor#Brazil )
LLaRC - Laboratório de Lógica e Representação do Conhecimento
RFM - Depto. de Física e Matemática
PURO - Pólo Universitário de Rio das Ostras
UFF - Universidade Federal Fluminense
Brazil
--