Quick
index
main
eev
maths
blogme
dednat4
littlelangs
PURO
(GAC2,
λ, etc)
(Chapa 1)

emacs
lua
(la)tex
fvwm
tcl
forth
icon
debian
irc
contact

Chapa 1 - Mudar a cultura politica a partir de uma outra Ética

Todos sabemos as dificuldades e desafios que nos impõe a politica de interiorização universitária da que somos fruto; uma expansão universitária, em muitos aspectos, improvisada que não tem permitido consolidar o Polo com qualidade acadêmica, não garantindo aspectos elementais como espaço físico adequado e minimamente suficiente e uma planta de professores que permita implementar, basicamente pelo menos, os Projetos Pedagógicos dos Cursos.

Nesse sentido, o atual processo de Consulta Publica aberto no PURO, que deixará como resultado a direção que a nossa instituição adotará no futuro próximo, é de extrema relevância para todos aqueles que, cotidianamente, se comprometem com a construção dessa complexa experiência de formação profissional e humana. É bom lembrar que dita possibilidade (eleger a direção do Polo autonomamente) não enfrentou poucas resistências - mais locais que da Sede; durante várias semanas discutimos se as mesmas seriam realizadas e sob qual modalidade. Hoje, independentemente do resultado, a consulta publica é uma verdadeira conquista da democracia universitária.

O compromisso e forte envolvimento que os colegas Eblin Farage e Eduardo Ochs tem mostrado com as grandes questões da educação pública, bem como a autonomia de pensamento e integridade ética demostrada ao longo de esse anos de trabalho conjunto, além da sua sistemática participação em várias instancias da vida acadêmica, nos garante que o caminho de democratização e transparência começado em dezembro de 2010 se mantenha e aprofunde, enfrentando os riscos de cair em visões corporativistas, que procuram favorecer um ou outro curso do Polo, nem favorecer atitudes de passiva adaptação aos discursos hierárquicos, infelizmente tão pressente na nossa "cultura politica"; longe, também, de perspectivas oportunistas e de curto prazo que só enxergam os benefícios imediatos, sem reparar nos custos das concessões.

Por isto, expresso meu apoio à Chapa 1, entendendo que os colegas que a integram garantem lutar coletivamente por uma consolidação do PURO com qualidade e excelência acadêmica, autonomia e democracia politica e compromisso com as necessidades da sociedade, princípios fundamentais da universidade publica que ainda precisamos conquistar.

Ramiro Marcos Dulcich Piccolo
Professor do Curso de Serviço Social
Diretor da Faculdade Federal de Rio das Ostras (RFR)

 Chapa 1