Quick
index
main
eev
maths
blogme
dednat4
littlelangs
PURO
(GAC2,
λ, etc)
(Chapa 1)

emacs
lua
(la)tex
fvwm
tcl
forth
icon
debian
irc
contact

Considerações sobre a consulta eleitoral

Saudações! :-D

Se achar proveitoso, por favor divulgue para as listas de email das quais você faz parte.

Eu, Professor Romulo, gostaria de enfatizar (na minha visão) um ponto geral das considerações do professor Fernando:
em todos os segmentos da universidade existem grupos que em gestões passadas foram consultados sobre uma questão, tiveram suas decisões aprovadas em reunião oficial constando em ata e não foram atendidos.

Isso é absurdo.

Afinal, os representantes eleitos para qualquer comissão ou cargo de chefia existem para transmitir a decisão da assembléia. São servidores da instituição que representam.

É fundamental que através do voto coloquemos na direção alguém que enxerga estes problemas pra que se traga à tona novamente a democracia. O Professor Eduardo, candidato a vice-diretor, claramente enxerga esses problemas e já demonstrou claramente que quer discuti-los, democraticamente.

Recentemente no PURO vi uma mudança para melhor. Notei durante a gestão dos professores Walter Machado e Márcio Magini algumas coisas que podem não ser transparentes para os estudantes. Citarei apenas duas:

- alguns problemas extremamente básicos de infra-estrutura foram resolvidos. Exemplo: um ramal de telefone para as salas de professores, algo muito básico para a comunicação com os diversos setores da UFF. Por que não foi feito antes?

- foram descobertos problemas na forma como, no passado, foram conduzidos alguns pagamentos na Universidade. Isso culminou com o atual problema de pagamento dos bolsistas. Que fique bem claro: o problema de pagamento dos bolsistas não é um problema gerado pela atual direção.

E mesmo com ações positivas e transparentes, o Márcio e o Walter não desejam mais estar a frente da direção do Pólo. O motivo que eu, Romulo, percebi foi que há um grupo na Universidade que criou muitas dificuldades para as ações positivas e transparentes da direção. O grupo que criou tantas dificuldades apóia a chapa 2.

Penso que votar na chapa 2 é endossar o grupo que a apóia e portanto é regredir a um estágio de ignorância em relação ao que realmente acontece nas instâncias superiores.

Temos agora um pólo mais transparente do que tínhamos no passado. Com a transparência, começamos a resolver muitos problemas. Além disso os maiores benefícios destes esforços - conversas sérias com a prefeitura, com o Reitor - ainda estão por vir!

Finalizo, convocando a votar na chapa 1 todos aqueles que, assim como eu, querem garantir que as decisões da assembléia são soberanas e não podem ser modificadas de acordo com o interesse de alguns.

Agradeço seu tempo.

Aquele abraço,

Professor Romulo Rios Rosa.

Candidato (chapa única) a membro do Conselho de Ensino e Pesquisa

-- 
Atenciosamente,
Romulo R. Rosa

 Chapa 1