Quick
index
main
eev
maths
blogme
dednat4
littlelangs
PURO
(GAC2,
λ, etc)
(Chapa 1)

emacs
lua
(la)tex
fvwm
tcl
forth
icon
debian
irc
contact

Carta ao Colegiado do ICT - 13/dezembro/2012

Links muito importantes:
Atas das reuniões do ICT:      (find-TH "2012-ict")
Marcio Magini (e-mails sobre): (find-TH "magini")
(find-angg "2011-dec-13/README")
(find-TH "magini")
(find-TH "2012-carta-ao-ict")

Problemas: mitos, códigos, não ver posições frágeis

Imagino que um dos problemas seja que vocês criaram mitos a respeito do RFM, segundo os quais vocês precisam se proteger de nós de todas as formas possíveis. Outro problema, relacionado, o número dois, é a dificuldade de entender os códigos e a visão de universidade dos outros. Os problemas um e dois se resolvem trivialmente gravando as reuniões e permitindo que quem quiser ouça os argumentos várias vezes, pra se familiarizar com os modos de pensar de cada pessoa - e aí, depois, os interessados conversam com outras pessoas, discutem um pouquinho, e pronto, da discussão nasce a luz.

O problema número três é que vocês não estão vendo quando se põem em posições frágeis - e isto é um tiro no pé. Este problema também se resolve (...)

Códigos

confusao entre respeito ao colegiado e obediencia ao colegiado
respeito pelo tempo dos colegas
respeito pela energia dos colegas
respeito pela funcao da universidade

respeito absoluto `a hierarquia (e a aposta na capacidade do soberano
de conseguir favores) excecoes - casa grande e senzala / chaui

desgaste psicologico
tato
Ora, voces, tanto os colegas da engenharia quanto os 
pessoas psicologicamente frageis, como eu, 

Contra gravações: facas e confiança

Um dos argumentos contra gravacoes, da profa flavia e do Prof Fontana, e' de que eu posso usar trechos das gravacoes distorcendo o sentido deles.

Me permitam dar tres respostas diferentes para este argumento.

Uma: estamos cercados de coisas que podem ser usadas para o mal - por exemplo, facas. Facas podem ser usadas tanto pra cortar pao, queijo e frutas quanto pra esfaquear pessoas. Porque facas nao sao proibidas? A professora Flavia mencionou que uma processo judicial contra alguem que usa um trecho de uma gravacao, fora de contexto, pra detonar a reputação de alguem, leva anos, e quando ele afinal tem efeito e estrago nao pode mais ser revertido. Um processo contra uma pessoa que esfaqueia outra e' bem mais rapido, mas ai' nao e' so' uma questap de que a policia pode ser chamada e vai agir em pouco tempo - um esfaqueamento causa uma comocao tao grande que num instante a repuracao do esfaqueador esta' arruinada, os amigos se afastam, ele se torna um foragido. Uma pergunta importante aqui e': porque a pessoa que usa um trecho de gravacao para o mal nao e' ostracizada de forma parecida, ainda que em grau menor?

uso de trechos se combate com apresentacao do texto completo - ferramentas web e nao web para isto

ofensas e tato - como descobrir o que ofende os outros?

Dois: se a minha colega professora flavia acha que eu posso usar trechos de gravacoes de formas nao-construtivas isto quer dizer que ela me acha pouco confiavel. Varias hipoteses:

ou ela acha que eu ja' usei trechos fora de contexto de formas destrutivas,

ou ela nao confia nos meus metodos, ou nao confia nos meus objetivos. Acho que sei de uma diferença básica entre eu e ela - peço desculpas de antemão pela possibilidade de eu soar simplista, mas é que ainda não tenho detalhes suficientes. A professora flavia as vezes propoe que esquecamos os erros uns dos outros, e recomecemos com uma tabula raa. Eu nao acho que isto seja possivel pra todo mundo, e tento propor modos de lidar com erros do passado que nao sejam magoa e rancor.

pra mim tudo e' material pra aprendizado e pra discussoes construtivas - e pra esclarecermos a nossa visao do que a universidade deve ser e do que fazemos pra chegar la'.

que ela leia - ela ja' disse que nao tem tempo - ora, precisamos de mais tempo e mais energia - a sobrecarga afeta a todos

como voces vao desfazer estes mitos?

obvio
chapas nao disjuntas
huguenin